Não use a crise como desculpa para não fazer o que tem de ser feito. A frase é do médico psiquiatra Roberto Shinyashiki dita durante a palestra no XII Fórum de Responsabilidade Socioambiental do ProUnim,  em que debateu os impactos da crise na gestão sustentável. Ele mostrou o lado positivo da crise, por se tratar de um “acerto de contas”, que deve ser encarada como uma oportunidade para que as pessoas saiam do comodismo. O evento ocorreu na noite dessa terça-feira (10) no Buffet Leila Maluf e foi organizado pelo Programa de Ação Social da Unimed Cuiabá (ProUnim).

Shinyashiki é autor de 21 best sellers e referência em temas como carreira, felicidade e sucesso. Os livros de autoajuda falam muito sobre o mundo dos negócios, mas também passam por uma reciclagem na vida pessoal. O último livro lançado na noite dessa terça-feira durante o fórum é “Pare de dar murro em ponta de faca”, para mostrar como as pessoas as vezes entram num ciclo vicioso, fazendo sempre as mesmas coisas e não conseguem prosperar.

Recém-chegado do Vale do Silício, na Califórnia (EUA), Shinyashiki trouxe para a palestra algumas novidades e a palavra-chave foi inovação. “O sucesso é ter liberdade de tempo e a gestão sustentável é justamente ter algo que seja bom para todos. O sucesso vem quando se tem uma equipe unida, na qual todos possam crescer juntos, mas, cada um precisa assumir a sua responsabilidade de crescer”, declarou.

A diretora de Mercado da Unimed Cuiabá, Suzana Palma, destacou a importância do evento ser aberto para sociedade e lembrou que muitas vezes uma empresa tem colaboradores que são empreendedores e é preciso valorizar estas características e qualidades. “É um tempo em que o trato humano é fundamental numa gestão, potencializando as qualidades e nós, da Unimed Cuiabá, juntamente com o ProUnim, buscamos garantir a promoção sustentável e humana”, afirmou.

O presidente do ProUnim, André Palma, reforça ainda que a sustentabilidade não é apenas o meio ambiente, mas também as pessoas, por isto a preocupação em realizar um evento com um palestrante que traz justamente o ser humano para dentro de um universo de evolução. “O ProUnim busca justamente esta educação social e este evento foi pensado justamente para trazer os dilemas do dia a dia e a questão do relacionamento com o próximo, mas sem deixar de olhar para si e de estar bem para que possa então lidar com trabalho em equipe, por exemplo”, ponderou.

O presidente da Unimed Cuiabá, Rubens Carlos de Oliveira Júnior, ressaltou que a sociedade passa por um momento de injustiça social em que os escândalos de corrupção causam uma crise moral e a Unimed Cuiabá não se furta de trazer isto para o debate.

“A Unimed Cuiabá, como empresa cidadã, com o quarto maior faturamento do Estado, e o Prounim que é seu braço social, tem uma responsabilidade enorme na sociedade, por isso trouxemos dr. Shinyashiki para discutir sustentabilidade, crise econômica, e a injustiça social. Este ano foi enigmático para a sociedade, tivemos ministro com 52 milhões em apartamento, imagens de políticos pegando dinheiro e isto é muito ruim para a sociedade. A Unimed não se furta disso e por isso trazemos pessoas renomadas para discutir e reinventar a nossa sociedade”, afirmou.